×

Resumo do carrinho

Nenhum produto no carrinho.

Nenhum produto no carrinho.

Oferta!

CYMBIDIUM PETIT SUR PRÉSE MUDA DE 10 A 15 CM

R$24,80 R$14,19

ou 2x de R$7,10 s/ juros

à vista R$13,48 no depósito bancário

Em estoque

Consulte o prazo estimado e valor da entrega

Não sei meu CEP

Descrição

* MUDAS DE 10 A 15 CENTIMETROS
** PLANTAS DE MERISTEMAS EXCLUSIVOS -IMPORTAÇÃO
A orquídea Cymbidium é conhecida no exterior como “The boat orchid”, devido ao formato do labelo de suas flores. O nome é derivado do termo cymba, palavra latinizada do grego kumbe, que significa barco. A planta é uma das únicas espécies terrestres desse tipo de epífita e pode ser cultivada em vasos, ou entà£o como flores de corte. Essa planta exótica tem uma florescência longa e grande em que as flores aparecem desde os pecà­olos curtos. são uma orquídea que é encontrada em lugares comoáfrica, Austrália e outros países asiáticos. As orquídeas Cymbidium são originárias da ásia e são lindas. Suas flores brotam em cachos e sua durabilidade é grande. Essas flores preferem um clima mais ameno ou frio e dão em diferentes cores. são geralmente utilizadas na decoração, visto que possuem belas flores.
A criterapia da orquídea Cymbidium aconteceu através de diversos cruzamentos em que se utilizarem HÍBRIDOs de cores diferentes. Para chegar as flores brancas e rosas foi utilizado o cruzamento de Cymbidium insigne e eburneum Cymbidium. Para as flores amarelas foram utilizadas as Cymbidium traceyanum, entre vários outros exemplos.
Quando estáno seu habitat natural a Cymbidium cresce como uma planta epífita (que necessita de um suporte, nesse caso nasce em árvores) e tamb é como uma planta terrestre. A orquídea Cymbidium conta com pseudobulbos que ficam cobertos por bainhas das folhas. Esses estão dispostos um contra o outro e estão no nível do solo com uma ligterapia entre si feita por curtas rizomas subterrâneos. Esses pseudobulbos possuem coberturas de bainhas foliares. Jà¡ as raízes aparecem a partir da parte inferior dos pseudobulbos e são carnudas, podem ser ligeiramente ramificadas. As raízes tamb é são cobertas por um velame de cor esbranquià§ada. Uma planta que possui folhas longas, resistentes e finas que crescem a partir da base do solo no pseudobulbo. Essas plantas podem chegar ao comprimento de um metro nas espécies que são maiores e o seu crescimento pode acontecer num número de 5 a 15 flores por pseudobulbo. A Cymbidium é uma planta que possui resistàªncia e tolerà¢ncia a ambientes hostis e não necessita de muitos cuidados para que possa se desenvolver. além disso, essa planta pode sobreviver a poucas negligàªncias, e ela floresce ainda assim. Se essa planta conta com um tratamento adequado pode oferecer lindos cachos florais.
Temperatura e ventilação:
A Cymbidium é uma planta que não gosta de temperaturas muito altas, em geral as temperaturas indicadas estão em torno de 15 °C a 18 °C. Por é , é essencial que haja umidade suficiente e uma circulterapia de ar relativamente boa. O cuidado com a temperatura deve ter foco na floração da planta, pois a noite ela deve ficar numa temperatura de cerca de 10 °C. Sendo assim até o outono (outubro) essa planta pode ser deixada ao ar livre. Isso tamb é é và¡lido para a fase de maturterapia dos botàµes de flores, nessa fase a temperatura não pode ser mais elevada do que 12 °C a noite. Se a temperatura estiver mais alta do que essa os botàµes podem cair.
Nas regiões onde o inverno é ameno, a sugestão é borrifar a planta com água gelada à  noite e colocar pedras de gelo sobre as bordas do vaso.
A planta tamb é gosta de uma corrente de ar para assegurar uma boa ventilação. Pode ser interessante durante a primavera (no mês de maio) deixar a Cymbidium ao ar livre, por é é fundamental ficar atento a temperatura do ar, pois é necessà¡rio que essa temperatura se estabilize e que não haja incidàªncia direta de luz solar. A dica é esperar até o fim da floração antes de deixar a planta ao ar livre, pois uma corrente de ar que esteja mais forte ou mesmo uma mudanà§a brusca na temperatura pode fazer com que a planta perca as suas flores.
No entanto, se em relação a temperatura a Cymbidium não é muito exigente, ela compensa no quesito luz. Durante o inverno pode ser necessà¡rio recorrer ao uso de luz artificial com o auxà­lio de uma estufa.
Rega e Umidade:
Essa planta precisa de regas regulares para evitar que o seu substrato de cultivo fique seco. Por é , a frequàªncia de regas depende da temperatura do exterior e tamb é do tipo de substrato que estásendo utilizado, pois é uma planta que não precisa de um ambiente particularmente úmido. O teor de umidade dessa planta deve girar em torno de 50%, por é , durante o verão se a temperatura subir muito é necessà¡rio pulverizar as suas folhas.
Fertilizterapia:
A fertilizterapia é muito importante para a Cymbidium, em geral ela deve ser feita com regularidade, mas sendo alterada a sua proporà§à£o de acordo com o està¡gio dedesenvolvimento da planta. Para que a Cymbidium cresà§a é necessà¡rio administrar uma maior quantidade de azoto (N). A fà³rmula do adubo deve ser: 30:10:10 (N: P: K), que significa 30 partes de azoto (Nitrogàªnio N), 10 partes de Fà³sforo (P) e 10 partes de potà¡ssio (K). Na fase de floração da planta é necessà¡rio aumentar a quantidade de fà³sforo na fà³rmula que fica assim: 10:30:20. Em seguida é necessà¡rio equilibrar a fà³rmula utilizando: 20:20:20.
Vale dizer ainda que a aplicterapia dos fertilizantes é feita com o produto dissolvido em água de irrigterapia numa porcentagem bem baixa, algo em torno de 0,5%. são interessante utilizar o fertilizante duas vezes por semana. O mais importante é saber que não se deve exceder 1 grama por litro de água. Essa é uma orquídea que é bem resistente e com apenas alguns poucos cuidados pode apresentar resultados incrà­veis.

Usamos cookies para proporcionar uma melhor experiência de navegação. Ao continuar navegando em nosso site entenderemos que você concorda com nossa política de cookies.

neque. Phasellus amet, fringilla non quis, sit porta.